Quando você possui uma dívida com um banco, loja ou qualquer outra empresa, inicialmente você costuma ser cobrado por essas próprias instituições. Com o passar do tempo, existe a chance da sua dívida ser vendida para outra empresa, que seja mais especializada em cobrança e recuperação de crédito — como é o caso da Itapeva.

Essa transação é denominada cessão de crédito.

É importante que você saiba que, na cessão de crédito, nada muda para o cliente com relação à dívida, que continua tendo as mesmas condições do contrato original. A única diferença é que, depois da cessão, o consumidor passa a dever para a empresa que comprou a dívida e não mais para a instituição com a qual obteve o débito.

Isso significa que a empresa que compra o crédito tem o direito legal de realizar a cobrança da dívida e tem autorização, inclusive, para incluir o nome do devedor nos órgãos de proteção ao crédito, bem como realizar ações de cobrança judiciais e extrajudiciais.

O mais importante é que o contato com empresas de gestão e recuperação de créditos, como a Itapeva, pode ser muito interessante para quem tem dívidas em aberto, já que costumam ser oferecidas condições flexíveis de negociação.

Encontrou sua resposta?